Yacht Club Santo Amaro

English
English

Fechar

História

82 anos de tradição

08/08/1930 - Hans Clarenbach, Carl Dickoré, Georg Münch, Willi Schulze, Ludwig Schwedes, Ernst Steen e Hermann Paulsen fundam o Deutscher Segel-club (DSC), ou Clube Alemão de Vela em um terreno arrendado da companhia de eletricidade Light & Power.

1932 - O DSC contava com 82 sócios, 19 veleiros, 6 barcos a motor e 8 a remo.

1933 - Conquista da 1ª vitória em competições interclubes na regata inaugural da Guarapiranga Race Cup. Esta regata virou tradição e entre os anos de 1933 a 1935, das 9 disputadas o DSC ganhou 8.

1935 - O clube passa a ter no seu patrimônio 120 sócios e 34 veleiros.

Neste ano ocorre a 1ª regata feminina vencida por Irene Hauer.

1938 - O clube passa por mudanças estatutárias em função do regime ditatorial brasileiro e é rebatizado como Yacht Club Santo Amaro.

1942 - O YCSA já conta com 138 sócios e, devido à II Guerra Mundial é obrigado a mudar seu comando administrativo para atender exigências políticas. Neste ano assume a comodoria Alberto Kowarick mas em abril o cargo passa a ser ocupado pelo brasileiro Renato de Toledo. Em outubro a comodoria passa às mãos de Hans Altemburg.

1943 - Os sócios já somam 157 e a área do clube aumenta em mais 6.000 m².

1944 - O clube chega ao final da temporada na 1ª colocação da classificação geral após 88 regatas disputadas e começa a tornar-se conhecido em todo Brasil.

1945 - Delegações de vários Estados brasileiros se hospedam no YCSA para o I Campeonato Brasileiro de Vela. Em agosto, assume a comodoria Carlos Borchers por um curto período, quando em seguida, Carl Biekarck é eleito para uma longa gestão. Começam a despontar alguns de nossos atletas: Peter Mangels, Harald von Sydow, Hans H. Domschke, Joaquim Roderbourg e Wolfgang "Putz" Richter.

1946 - Após disputar 42 provas, o YCSA termina a temporada na 1ª posição da classificação geral.

1948 - Wolfgang Putz Richter é indicado pela Federação Paulista de Vela após seu grande destaque nas competições, para competir nos Jogos Olímpicos de Londres, onde termina na 11ª colocação.

1949 - Carl Biekarck deixa a comodoria e assume Werner Ahrens.

1951 - Carl Biekarck é reeleito comodoro permanecendo até 1952. Os velejadores Putz, Peter Mangels e Francisco Isoldi se classificam para os Jogos Olímpicos de Helsinque terminando na 8ª colocação.

1953 - Ernesto Conrad foi eleito comodoro, permanecendo até 1961. Neste ano o YCSA conquista a posse definitiva do terreno de  19.300 m².

1956 - Joaquim Roderbourg passa nas eliminatórias para as Olimpíadas de Melbourne ondenão obteve bons resultados.

1957 - Os atletas Fernando Costa Melchert, Nicolau Moraes Barros Neto e Ernesto Reibel foram competir na prestigiada Semana de Kiel, na Alemanha e assim o clube conquista o primeiro título internacional através de Melchert.

1958 - É iniciada a construção do Hangar dos barcos e sua entrega foi no ano seguinte.

1959 - Reinaldo Conrad é o maior destaque do clube na classe Snipe e com o proeiro Marcos Moraes Barros disputam o panamericano de Chicago conquistando a primeira medalha de ouro do YCSA em Jogos Panamericanos.

1960 - Conrad participa dos Jogos Olímpicos da Itália competindo na classe Finn e torna -se o primeiro brasileiro a ganhar uma regata olímpica. No resultado final, termina na 5ª colocação.

1961 - Ernesto Reibel assume a comodoria.

1962 - Iniciam as obras para que o clube possa sediar os Jogos Panamericanos de 1963 em São Paulo. Dentre estas obras os destaques são a construção do canal de acesso ao hangar, o pavilhão para hospedagem de atletas e a piscina no formato semelhante ao Estado de São Paulo.

1963 - Sediando os Jogos Panamericanos, o clube conquista 3 medalhas de ouro sendo uma na classe Snipe com os atletas Reinaldo e Ralph Conrad, outra na classe FD com os atletas Joaquim Rodenbourg e Klaus Hendricksen e a outra na classe Finn através do atleta Hans H. Domschke.

1964 - O YCSA aumenta seu terreno em 750 m² com a compra de 3 lotes vizinhos. Joaquim Roderbourg e Klaus Hendricksen classificam-se para os Jogos Olímpicos de 1964 terminando na 16ª colocação.

1965 - Peter Biekarck e seu proeiro Bernhard Brunkhorst vencem o Mundial de Pingüim no RJ.

1967 - Reinaldo Conrad e Burkhard Cordes conquistam a medalha de prata na classe FD nos Jogos Panamericanos de Winnipeg.

1968 - A primeira medalha olímpica do iatismo nacional chega ao clube através da dupla Conrad e Cordes na classe FD.

1969 - Klaus Susemihl é eleito comodoro. O Campeonato Mundial de Pingüim na Argentina é vencido por Claudio Biekarck e Georg Ehrensperger.

1970 - Claudio Biekarck e Georg Ehrensperger vencem o Mundial de Pingüim.

1971 - Velejadores do YCSA obtém ótimos resultados nos Jogos Panamericanos de Cartagena. São 2 medalhas de ouro sendo uma na classe Snipe com os atletas João Pedro Reinhard e Ralph Christian, e outra na classe Lightning com os atletas Mário Buckup, Manfred von Schaaffhausen e Peter Ficker. Os atletas João Pedro Reinhard e Ralph Conrad conquistam o vice-campeonato no Mundial de Snipe. Nos EUA, Alex Welter e Joaquim Doeding vencem o Mundial de Pingüim.

1973 - Edgar Kunze assume a comodoria e sob sua gestão o YCSA se firma como o melhor local para a realização de regatas na Guarapiranga.

1976 - O clube começa a participar de competições no exterior pela classe Optimist conquistando vários títulos. Nos Jogos Panamericanos do México o clube obtém a medalha de ouro pela classe FD através dos atletas Reinaldo Conrad e Burkhard Cordes. Nesta competição, Claudio Biekarck conquista a medalha de prata na classe Finn.

1980 - Reinaldo Conrad e Peter Ficker conquistam a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Montreal.

1982 - Alexandre Welter e Lars Bjorkstrom (Classe Tornado) conquistam a 1ª medalha de ouro olímpica doYCSA e realizam a primeira conquista brasileira em olimpíadas.

1983 - Carlos Henrique Wanderley e Thomas Scheidt conquistam o Campeonato Mundial de Pingüim. Foram comprados mais dois lotes vizinhos onde hoje é uma quadra de tênis.

1984 - O YCSA organiza o Grande Prêmio Itaú de Iatismo com 400 veleiros participando. Além disso, sedia o Campeonato Brasileiro de Lightning e 420. Foram para o Pan-americano de Caracas os atletas: Peter Ficker e Werner Sönksen (medalha de prata na classe Star), Cláudio Biekarck com Gunnar Ficker e Ralph Borger (medalha de ouro na classe Lightning). As festa do clube passaram a reunir 650 pessoas.

1984 - Edgar Kunze volta à comodoria.
O III Grande Prêmio Itaú de Iatismo reuniu cerca de 550 barcos. Mais dois lotes foram adquiridos.

1985 - 150 barcos competem no Campeonato Brasileiro de Optmist sediado pelo YCSA. Robert Scheidt vence sua 1ª competição aos 11 anos de idade na classe Optimist no Campeonato Sul-Americano Infantil do Chile.

1987 - O Grande Prêmio YCSA reúne 150 veleiros. Cláudio Biekarck, Gunnar Ficker e Carlos Eduardo Wanderley conquistam o bronze no Pan-americano de Indianápolis – EUA. Foi inaugurada a pista de bolão e o bar.

1989 - O YCSA é o clube mais atuante do iatismo na Guarapiranga nos últimos 10 anos.

1991 - Nos jogos Pan-americanos de Havana as irmãs Scheel conquistam a primeira medalha feminina para o clube. Marion Scheel o bronze na classe laser e Mônica Scheel com Claudia Swan a prata na 470. No masculino, Dudu Melchert e Bernardo Arndt trazem a prata na 470. Cláudio Biekarck, Gunnar Ficker e Marcelo Silva trazem o bronze na Lightning. Robert Scheidt torna-se campeão mundial júnior na classe Laser.

1992 - Cláudio Biekarck, Gunnar Ficker e Marcelo Silva conquistam o bronze no Campeonato Mundial de Lightning.
O YCSA perde um de seus grandes e mais ativos associados, Oscar Weckerle.

1994 - Foi criado o Fundo de Vela que fez com que o YCSA passasse a figurar mais vezes nas súmulas de campeonatos internacionais.

1995 - Robert Scheidt participa de seu primeiro Pan-americano em Mar Del Plata – Argentina e conquista o ouro na classe Laser e no mesmo ano conquista também o Mundial da classe. Cláudio Biekarck, Gunnar Ficker e Marcelo Silva trazem a prata na classe Lightning.

1996 - Robert Scheidt (Classe Laser)  conquista a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Atlanta econquista o mundial da classe.

1997 - Robert Scheidt é campeão mundial na classe Laser. Alexandre Welter assume a comodoria do clube. São construídos o playground em forma de caravela e a quadra poliesportiva.

1998 - Robert Scheidt é vice-campeão mundial na classe Laser. Uma equipe do YCSA conquista o Campeonato Brasileiro de Oceano com o veleiro Curupira de Marc Essle, tripulado por Ralph Christian, Mario Zaschke, Marcelo Jordão e Carlos Biekarck.

1999 - Robert Scheidt conquista o ouro no Pan-americano de Winnipeg, no Canadá. Patrícia Kirschner e Cláudio Cardoso ganham a prata na HC 16 e Cláudio Biekarck, Gunnar Ficker e Marcelo Silva trazem a medalha de prata na Lightning.

2000/01/02/03/04 - Robert Scheidt (Classe Laser)  é campeão mundial na classe Laser.

Endereço: Rua Edson Régis, 481 - Jardim Guarapiranga

São Paulo - SP / Brasil CEP: 04770-050 - Como Chegar?

Telefones: (11) 5687-8847

Cadastre-se e receba nossa newsletter

Campo obrigatório.Verifique seu email.